poezii
v3
 

Agonia - Ateliere Artistice | Reguli | Publicitate Contact | Înscrie-te
poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
armana Poezii, Poezie deutsch Poezii, Poezie english Poezii, Poezie espanol Poezii, Poezie francais Poezii, Poezie italiano Poezii, Poezie japanese Poezii, Poezie portugues Poezii, Poezie romana Poezii, Poezie russkaia Poezii, Poezie

Poezie Personale Prozã Scenariu Eseu Presa Articol Comunitãþi Concurs Special Tehnica Literara Multimedia

Poezii Românesti - Romanian Poetry

poezii


 

Texte de acelaºi autor




Traduceri ale acestui text
0

 Comentariile membrilor


print e-mail
Vizionãri: 2677 .



Exposição de António Ole no Centro Cultural Português
articol [ Cultura ]

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
de [Bernadete_Piassa ]

2009-12-17  | [Acest text ar trebui citit în portugues]    | 



Acaba de ser inaugurada na galeria do Centro Cultural Português/Instituto Camões (CCP/IC) de Luanda, a exposição de António Ole, considerado um dos mais importantes artistas plásticos angolanos da atualidade. A exposição ficará aberta ao público até 29 de Janeiro 2010.
Na pele da Cidade, o título da mostra, “representa para António Ole o completar de um ciclo de trabalho iniciado na década de setenta, quando, simultaneamente o interesse pela fotografia e arquitetura ocuparam um espaço considerável nas suas inquietações quanto ao seu futuro professional”, afirma-se numa nota divulgada pelos organizadores da exposição, que tem curadoria do próprio Ole e de João Pignatelli, director do CCP/IC de Luanda.
Além das fotografias sobre as construções dos musseques (conjuntos habitacionais que viraram tipo favelas), a exposição apresenta uma das obras da série Township Walls. A obra foi criada na cidade de Dusseldorf (Alemanha), em Julho de 2004, para a exposição África Remix, apresentada no Museum Kunst Palast, e itinerou depois por Londres (Hayword Gallery), Paris (Centre Pompidou), Tóquio (Mori Museum), Estocolmo (Moderna Museet) e Joanesburgo (Johannesburg Art Gallery).
“Esta exposição, que circulou por vários continentes e cidades, foi vista por mais de dois milhões de visitants”, refere a nota.
A exposição conta também com outro projecto multidisciplinar de Ole, designado Margem da Zona Limite, que apresenta fotografias de casas em ruínas das zonas marginais de Luanda, destacando-se ass colagens de cascas de paredes, (re)trabalhadas pelo artista plástico.
“As paredes são peles que guardam nas suas rugas a memória de tudo o que acontece a uma cidade. São superfícies que guardam, como uma impressão, o registo do tempo, de tudo o que aconteceu dentro delas, em seu redor, sobre elas”, escreve o crítico de arte Delfim Sardo num texto incluído no catálogo da exposição.

.  |










 
poezii poezii poezii poezii poezii poezii
poezii
poezii Casa Literaturii, poeziei ºi culturii. Scrie ºi savureazã articole, eseuri, prozã, poezie clasicã ºi concursuri. poezii
poezii
poezii  CãUtare  Agonia - Ateliere Artistice  

Reproducerea oricãror materiale din site fãrã permisiunea noastrã este strict interzisã.
Copyright 1999-2003. Agonia.Net

E-mail | Politicã de publicare ºi confidenþialitate

Top Site-uri Cultura - Join the Cultural Topsites!